Sempre tive dentro de mim a noção de que deveríamos ter uma certa gratidão pelos lugares onde nascemos. Essa gratidão era demonstrada nos relatos de escritores onde deixavam claro que daquela terra nasceram e que à ela retornariam, não sem antes alardear para todos os cantos, o fascínio e o respeito que sentiam pelas suas cidades de nascimento. Esse vínculo fazia-se presente como se, o fato de

Estou me descartando de alguns atos que me prendiam à matéria e quero voltar a pintar alguns trabalhos, recordando os anos 60 e 70, tempo da Faculdade O Rebate. Foi nesta faculdade que nasceu e morreu a Contra Cultura e o Movimento Hippie. Vem daí os esboços das futuras telas. Criação e Método criado por mim, José Milbs.

Nesta imagem fui banhado desde os 3 aninhos.... Indo do numero 180 da Rua Dr. Bueno (do Meio), onde vinha ondas até nossa varanda na casinha simples de cerca de bambús... No fundo o Hotel Imbetiba de propriedade do pai de Dona Ivone Manhães Coelho, minha eterna Sogra...Seu pai Sr. manhães Fundaria a cidade de Marilia SP....A esquerda, aquel Morro de formato de Baleia, era o Morro do Engenheiro

Saudades de minha Copacabana dos aos 50. Atlântica com mini calçada onde o Mar beijava quase em frente ao Ed. Camões... Domingos Ferreiras, Bailes em laranjeiras, idas e vindas nas noite da Pça. Maua, Boate Bolero. Ciroco, Colarinho dos Chops no Jangadeiro, Zelepin, Barril 1800. Alcazar....Ciroco com Agostinho dos Santos ao Piano, minha Lapa Querida, Dancing Avenida. saudades do Bar Luiz na

Escrever uma cronica/livro, onde retrataria a vida vivida, era uma sonho que sempre esteve presente . Se todas as pessoas tivessem este desejo e o fizessem, existir, creio que o conhecimento seria bem mais fácil, principalmente quando se tratar de algo que se pode passar para os filhos, amigos e contemporâneos. Leia mais... Não pretendi nem pretendo coisas que possam ocupar polemicas ou que tenha

MINHA REDE NA VARANDA DO SITIO UM POUCO DAS HISTÓRIAS DOS ANOS 70 E O FIM DO MOVIMENTO HIPPIES Durante um longo período fiquei afastado do sítio que minha mãe trocou pelo terreno que minha avó deixou para ela como herança. O terreno era na Rua do meio onde nasci.  O sitio, na Granja dos Cavaleiros, parte uma antiga fazenda da Família do Escritor macaense Luiz Lawrie Reid que se tornou loteamento.

Lindamente escondida num bairro simples parei meu Fusquinha 72 e Angela Rocha Bitar Rocha fez as fotos. Pois é Raulzito sua genialidade caminha com sua simplicidade fotografado por uma Soteropolitano como Usted.....Valeu voce ter nascido a 10 mil anos e ainda estar presente... Foi bom eu sobreviver os anos 70 para ver a simples e bela Rua Raul Seixas em minha cidade... Besos na eternidade... José

Meu velho amigo Salvador dos Santos Baptista reescreve, na inaugrração do CAFE BELAS ARTES, uma parte de nossa história. A Sutileza que torna de meu amigo "Dodô" um auto didata e um belo recordativo de nossas vidas, está patenteado em tudo que ele faz e vive. O Café e Restaurante Belas Artes existiu, durante décadas na Esquina da Rua do Colégio Mathias Netto com a rua Direita. A cidade tinha esta

Soube da Revitalização da PRAIA DE IMBETIBA e da presença dos grande representantes de nossa história. Frederico Guedes e Ian waytt nascidos dos caros amigos Sandra/Cláudio e Marco Aurélio/Maria Amélia.. Só estas presenças bastariam para a tranquilidade de que coisas boas estão a caminho. Pena que, mesmo com todo o conhecimento da Tecnologia e da Arquitetura Moderna, não será possivel rever as

Será que toda poesia já foi escrita? Será que todos poemas já foram lidos? Seria redundância rever o azul do mar? Ou  seria uma nova cor quase igual a outra de vi ontem? Preferiria, sei lá. o Pique Picolé. Você quer brincar de Pique? É de pique picolé... Os cadernos escolares de hoje são modernos. Coloridos de formatos e fotos mil.. Mas o cheiro daquelas minúsculas partículas que ficam nas folhas

Texto na foto feito por minha avó Alice Quintino de Lacerda: . Escrita em Bico de Pena). Cláudio morava uns 200 metros de minha casa na Rua Doutor Bueno que era conhecida como Rua do Meio. Meio devido a ter mais duas que davam acesso à Praia de Imbetiba. Ele morava na rua Curindiba de Carvalho, conhecida como "Travessa" devido ser uma picada que levava para Rua da Igualdade. Nos ano de 1940,

Parece que foi ontem que minha mãe Ecila trocou um terreno de 10 ms2 x  33 ms2 na Rua do Meio (Rua Doutor Bueno, 180) por este lindo local onde edito O REBATE... Era um local intocado, sem luz, sem estradas... Agua, apenas a da Nascente que ainda conservo até hoje. Moradores das Antigas vinham pegar agua, latas nas cabeças, desfile de crianças que viraram  mães e avós e ainda são meus amigos....

Dunga: Roberto Teixeira da Silveira foi Governador do Estado do Rio, antes da Fusão. Fomos amigos. Eu fui do PTB de Jango. Aos 18 anos concorri a Vereador em Macaé, cidadezinha onde nasci. Eramos no PTB em Macaé: Ruy Moutinho Almeida, Aristeu Ferreira da Silva, Carolino Benjamim, Gerson Maciel Miranda, "Botafogo" da Telefônica, onde em sua residencia na Pça do Bole Bole, a gente se reunia... Tinha

Ecila, minha mãe, completaria 90 anos neste 2009. A mãe dela, minha avó Alice Lacerda, nasceu em 1899, ela em 1919, eu, em 1939, meus filhos Lais e Zé Paulo em 1989. Fiz um livro 0n-line sobre esta figura maravilhosa como todas as mães o são. Eis ai a homenagem que prestei. È história de minha mãe Ecila. Uma história que se confunde com a história de Macaé, as pessoas dos anos 30 e 40. Que bom

DAS PAREDES EMPOEIRADAS DE MINHA MENTE ALGUMAS LEMBRANÇAS PARA A HISTÓRIA DE MACAÉ... Orlando Tardelly, Osmar Rocha, Eraldo Gomes , Olivier, faziam das noites enluaradas de Macaé o ponto alto das infinitas reminiscências que só o seresteiro encarna e vive... Ademais, Dona Lindaura do Manel Bahiano, Chica, Peroba, Roberto, Seu Flanque, Moraes, Gilson Correa, Pacuçú, Dona Rola, Seu Joaquim e dona

Não sei se cabe aqui duas frases. Uma de Gilberto Cure: "O melhor da festa é o preparativo". Outra de  Honório José da Silva sobre o  "amigo Chico" que está sempre andando apressado: "Ele tem uma preocupação  constante com o nada". Ai me vejo abrindo as tramelas de uma existência infinitamente minha por entre portas que sempre se abrem quando se bate com o formato das batidas dos corações

NO CARNAVAL DE MEU TEMPO, OS BÊBADOS ERAM MENOS CHATOS E MAIS CRIATIVOS.
(José Milbs editor)
As rivalidades do Carnaval Macaense tinham o sabor da divinal adversida­de que marcava competições olímpicas da velha Grécia. Era tudo no amadorismo. Sem essa de apoio financeiro de políticos "empresários". As pessoas se cotizavam nos bairros. faziam tamborins de pele de boi ou gato e os repiques

José Milbs Editor-Chefe Jornal "O Rebate" on line 1967/68 - foi o período mais violento da repressão. "O REBATE" passava por forte censura em todas as suas matérias, jamais ia para as bancas sem o aval de o Comando Militar e, palavras, como CUBA, CHE GUEVARA ou URSS, nem pensar. Era engraçado fazer o comentário sobre a produção de açúcar na América Latina e escrever, ao invés de Cuba,

A tardinha ainda recebia os finórios do Sol vindos das ilhas nativas e Macaé ainda respirava ventos com cheiro de mato. A rua principal, dificilmente era sobressaltada por ruídos de carros. Durante este período de meio dorminhoco, dois ou três automóveis teimavam em aparecer. As vezes  era o táxi de Francisco de Assis Mattos (o bom Chico Cachaça (que não bebia), ou então  era Otacílio Caramelo

Subcategorias

http://www.jornalorebate.com/fotos2/milbs.gif Jornalista desde 1967, escritor, memorialista, historiador, ecologista, nascido em Macaé onde edita jornal O REBATE.
   

Página 1 de 2

publicidade
publicidade
Crochelandia
publicidade
Visitantes desde fevereiro de 2006:
30492119

Blogs dos Colunistas

-
Ana
Kaye
Rio de Janeiro
-
Andrei
Bastos
Rio de Janeiro - RJ
-
Carolina
Faria
São Paulo - SP
-
Celso
Lungaretti
São Paulo - SP
-
Cristiane
Visentin

Nova Iorque - USA
-
Daniele
Rodrigues

Macaé - RJ
-
Denise
Dalmacchio
Vila Velha - ES
-
Doroty
Dimolitsas
Sena Madureira - AC
-
Eduardo
Ritter

Porto Alegre - RS
.
Elisio
Peixoto

São Caetano do Sul - SP
.
Francisco
Castro

Barueri - SP
.
Jaqueline
Serávia

Rio das Ostras - RJ
.
Jorge
Hori
São Paulo - SP
.
Jorge
Hessen
Brasília - DF
.
José
Milbs
Macaé - RJ
.
Lourdes
Limeira

João Pessoa - PB
.
Luiz Zatar
Tabajara

Niterói - RJ
.
Marcelo
Sguassabia

Campinas - SP
.
Marta
Peres

Minas Gerais
.
Miriam
Zelikowski

São Paulo - SP
.
Monica
Braga

Macaé - RJ
roney
Roney
Moraes

Cachoeiro - ES
roney
Sandra
Almeida

Cacoal - RO
roney
Soninha
Porto

Cruz Alta - RS