Você tem um trinta e oito?

Nessas rodas de conversas todos tentam colocar suas experiências e cada um tenta dá uma ênfase ao que deseja contar.

https://jornalorebate.com.br/19-04/conversa.jpg

Em umas dessas rodas de conversa um desses colega, era policial, entrou no assunto tentando mostrar as qualidades dele sobre o conhecimento de armas, mas o assunto do momento era sobre o novidade da época que era o surgimento dos computadores e nesse meio intervalo, uns comentavam sobre armas e outros sobre os ditos computadores. Os números, na realidade objetos, levou a uma confusão, onde alguns não sabiam sequer o que estava se comentado!

No meu caso, na época tinha adquirido um desses computadores que era identificado como um 386. Nesse meio tempo, o colega policial para, olha para mim e pergunta: e que tipo de arma é essa?

Esse tipo de confusão ocorre por que cada pessoa quer demonstrar que suas escolhas, suas opiniões são as melhores e nessa ganância de se mostrar e comentar para o grupo acaba ocorrendo essas trapalhadas!

Essas trapalhadas em conversas de rodas são inofensivas e quando se descobre todos acabam é rindo, mas nem sempre as trapalhadas são inocentes.

Quando adolescente, morava em Itabaiana -SE, existia uma quadra que todos chamavam de Glei, ficava em uma esquina em frente a delegacia da cidade e ao lado do Tanque do Povo. Hoje não existe mais a delegacia, não existe mais a quadra e no local onde era o Tanque do Povo é onde fica o famoso Mercadão da cidade.


A esquina do lado direito era a quadra de esporte e a esquina do lado esquerdo era uma delegacia. (Foto do Google Maps)


A imagem do lado esquerdo é do Tanque do Povo, ao fundo dá pra ver o muro da quadra e por cima do muro se consegue ver a parte superior do que antes era a delegacia. A foto do lado direito é o Mercadão construído onde outrora era o Tanque do Povo. (Fotos conseguidas no Grupo Itabaiana Grande - Facebook).

A quadra já estava abandonada e apresentava estado de abandono. O portão de entrada ficava bem em frente a delegacia, ao lado deste portão já existia um grande buraco onde se podia passar agachado com certa facilidade e a garotada aproveitava a oportunidade para a prática do futebol.

Em uma tarde de sábado (dia da feira principal em Itabaiana), eu e alguns adolescentes aproveitamos para um jogo, mas o problema é que ficou acertado que só poderia participar do jogo quem estivesse usando tênis. Quem não tinha tênis pedia emprestado para o colega e conseguir assegurar a vaga no Jogo. O problema é que as pessoas não tem os pés do mesmo tamanho e a pessoa tem de sair procurando alguém que emprestasse um tênis com a numeração desejada.

Nesta época a delegacia não contava com um efetivo policial muito grande e de vez em quando se trocava alguns dos policiais por outros vindos de outra cidade e isso foi um problema. Na procura por um tênis ideal, um dos colegas saiu de dentro da quadra, pelo buraco, e gritou para um adolescente que ia passando: tem um trinta e oito? Isso justamente quando ia passando uns desses novos policiais! Como resultado, o policial deu ordem de prisão e a confusão estava feita. Praticamente metade dos garotos foram para a delegacia tentando explicar o ocorrido. Com o horário se aproximando do final da tarde e consequentemente o final da feira, eu tive de abandonar a tentativa de jogar, ir ajudar nas devidas explicações e tive de sair para cumprir com as minhas obrigações que era ajudar a minha mãe que era feirante. 

No outro dia soube que o rapaz foi liberado com a chegada de outros policiais que já estavam algum tempo na cidade e conhecia o adolescente!

Antônio Carlos Vieira
Licenciatura Plena - Geografia (UFS)
www.carlosgeografia.com.br

 

publicidade
publicidade
Crochelandia
Visitantes desde fevereiro de 2006:
31936984

Blogs dos Colunistas

-
Ana
Kaye
Rio de Janeiro
-
Andrei
Bastos
Rio de Janeiro - RJ
-
Carolina
Faria
São Paulo - SP
-
Celso
Lungaretti
São Paulo - SP
-
Cristiane
Visentin

Nova Iorque - USA
-
Daniele
Rodrigues

Macaé - RJ
-
Denise
Dalmacchio
Vila Velha - ES
-
Doroty
Dimolitsas
Sena Madureira - AC
-
Eduardo
Ritter

Porto Alegre - RS
.
Elisio
Peixoto

São Caetano do Sul - SP
.
Francisco
Castro

Barueri - SP
.
Jaqueline
Serávia

Rio das Ostras - RJ
.
Jorge
Hori
São Paulo - SP
.
Jorge
Hessen
Brasília - DF
.
José
Milbs
Macaé - RJ
.
Lourdes
Limeira

João Pessoa - PB
.
Luiz Zatar
Tabajara

Niterói - RJ
.
Marcelo
Sguassabia

Campinas - SP
.
Marta
Peres

Minas Gerais
.
Miriam
Zelikowski

São Paulo - SP
.
Monica
Braga

Macaé - RJ
roney
Roney
Moraes

Cachoeiro - ES
roney
Sandra
Almeida

Cacoal - RO
roney
Soninha
Porto

Cruz Alta - RS