fotos de Júlio César

No último sábado dia (19), foi realizado a nona edição do premio S@mba-Net. A forte Chuva e a falta de luz, não foi motivo para comprometer o resultado positivo do evento, que assim como nos anos anteriores, foi muito bem sucedido.

O evento que aconteceu na quadra da Unidos da Tijuca, no Clube dos Portuários, foi apresentado pelo fantástico psicólogo e carnavalesco Milton Cunha, e pelo grande radialista Eugênio Leal.

Milton Cunha fez um show à parte, pois com a falta de luz, ele chamou a rapaziada do pagode, subiu no balcão do bar, e animou a galera com sua alegria e seu samba irreverente.

Confira os premiados:

Grupo A:
Melhor desfile: Império da Tijuca
Melhor bateria: Arranco
Melhor casal de mestre-sala e porta-bandeira: Fabrício Pires e Danielle Nascimento (Tradição)
Melhor comissão de frente: Renascer de Jacarepaguá
Melhor samba-enredo inédito: Acadêmicos do Cubango
Melhor intérprete: Tiãozinho Cruz (Acadêmicos do Cubango)
Melhor enredo: Império da Tijuca
Comunicação com o público: União da Ilha
Melhor alegoria: 4ª Alegoria - "Dalai Lama" (Acadêmicos da Rocinha)
Conjunto alegórico: Acadêmicos da Rocinha
Mais elegante galeria da velha-guarda: Caprichosos de Pilares
Ala das crianças: Renascer de Jacarepaguá
Ala das baianas: União da Ilha
Conjunto de passistas: Acadêmicos de Santa Cruz
Melhor ala: "Jorges do meu Brasil" (Império da Tijuca)
Conjunto de fantasias: Acadêmicos da Rocinha
Destaque de luxo: Raí Menezes - 1ª Alegoria - "Utopia" (São Clemente)

Grupo B:
Melhor desfile: Inocentes de Belford Roxo
Melhor bateria: Vizinha Faladeira
Casal de mestre-sala e porta-bandeira: Wanderson e Jaqueline (Lins Imperial)
Comissão de Frente: Lins Imperial
Samba-enredo inédito: Independente da Praça da Bandeira
Intérprete: Rixxa (União de Jacarepaguá)
Ernedo: Lins Imperial
Alegoria: 1ª Alegoria - "Dêem asas ao Brasil" (Inocentes de Belford Roxo)
Conjunto alegórico: Inocentes de Belford Roxo
Mais elegante galeria da velha-guarda: Unidos de Lucas
Ala das crianças: Paraíso do Tuiuti
Ala das baianas: Independente da Praça da Bandeira
Conjunto de passistas: Unidos de Padre Miguel
Conjunto de fantasias: Inocentes de Belford Roxo
Destaque de luxo: Ricardo Ferrador - 1ª Alegoria - "Cacique Maior" (Lins Imperial)

Grupo C:
Melhor desfile: Arrastão de Cascadura

Grupo Especial:
Melhor Conjunto de Passistas: Beija-Flor
Mais elegante galeria da velha-guarda: Acadêmicos do Salgueiro
Destaque de luxo: Eduardo Leal - 1ª Alegoria - "Deus Júpiter" (Mangueira)
Prêmios Especiais
Renato Lage - Carnavalesco do Salgueiro
Ala Corruptos - Boi da Ilha
Mestre Orelha - Unidos de Lucas

Aos organizadores do Prêmio S@mba-Net , fica registrado o parabéns da equipe do Jornal O Rebate

Hoje, resolvi falar das Baianas, aqui nesta edição do Jornal O
Rebate, depois de um langa conversa que tive com o mestre Fernando Pamplona.

As Baianas, figuras exponenciais e obrigatórias na escolas de samba,
representam o que há de mais tradicional e autêntico nos desfiles. Suas
origens são bem anteriores às das escolas de samba, remontam aos tempos dos
vice-reis quando as "taieiras", mulatas trajadas de baianas, formavam a
guarda de honra do andor de N.S.do Rosário e na procissão de São Benedito,no
Dia de Reis(6 de janeiro).

Quando as escolas de samba foram fundadas, no fim da década de 20, as
Baianas de origem negra, que ja eram figuras obrigatórias naqueles
acontecimentos religiosos, foram incorporadas a essas agremiações
profanas,segundo informa o professôr de Belas Artes e Carnavalesco Fernando
Pamplona.

MULHERES

Como eu ja disse no começo, os homens saíam travestidos de
baianas,alinhados pelas latereis, a fim de proteger a Escola de possíveis
violências. Somente em 1960 é que as Baianas tiveram uma ala própria com as
característica de hoje. E foi a Mangueira a primeira Escola a sair com Ala
de Baianas, hoje constituída exclusivamente de mulheres.

No Regulamento dos Defiles do Grupo Especial, no Rio de Janeiro e em
São Paulo, a Ala de Baianas não é julgada separadamente, mas é obrigatória a
sua presença nos desfiles desenvolvendo danças características:

1 - Sua movimentação é feita de rodopios frequentes ou espaçados,
dependendo do estímulo e da coreografia ensaiada por elas ou pelo diretor
responsável.

2 - Existem vários tipos característicos de coreografia própria das
Baianas, entre os quais podemos citar o famoso ziguezague.

3 - As Baianas em geral não tem posição fixa na Escola, embora devam
vir em bloco, em formação compacta e, as fantasias são tipicas e não
precisam estar vinculadas ao enredo ou nas cores da agremiação.

Até a próxima. jcm. 

http://www.jornalorebate.com/65/Mocidade.jpg

Paulo Viana continua no cargo por mais quatro anos. Seu Vice é, Waldir trindade "o Makumba".
A eleição aconteceu no último domingo, onde Paulo Viana recebeu 364 votos, Nestor Manguinhos 280, e Valmir Marques 66.

Logo após o oficialização de sua vitória, Vianna confirmou à imprensa, sua intenção de trazer, para a Mocidade, o experiente Coreográfo Fábio de Melo para compor a comissão de frente da Mocidade.

Será que a dívida da Escola nesta gestão será paga, e a escola será devolvida o glamour de antigos carnavais?

isa.jpg Se o assunto não fosse tão sério, seria até engraçado. Observando o discurso dos candidatos ao cargo da presidência da escola de Samba, Mocidade Independente de Padre Miguel, parece até que foi elaborado pela mesma assessoria.

Nestor Manganinho, Walmir Marques, e o atual mandatário Paulo Vianna, até parece que combinaram o mesmo discurso. Os três só falam no saneamento da dívida da escola, que hoje, atinge a bagatela de três milhões de reais.

Nestor garante que já está ajudando em alguns pagamentos atrasados.
Paulo Vianna, jura de “mãos postas”, que vai pagar todos os débitos.
Walmir Marques garante que é a solução mais inteligente para a escola, pois usará sua extensa experiência como empresário para devolver a escola o glamour de outrora.

Será que esta divida tão simbólica, é pagável com tanta facilidade?

Beija-Flor teria comprado o carnaval?

Para quê?

Esta é a pergunta sobre a suspeita de fraude no resultado do carnaval 2007. Para que, a Beija-Flor de Nilópolis teria armado a conquista nos bastidores? O desfile da Azul-e-Branco foi irretocável e, conseqüentemente, seu título justíssimo. A apresentação da escola nilopolitana dispensava qualquer tipo de negociação. Se houve, foi completamente desnecessária.
Bem, o que nos resta é esperar as provas, ou os indícios da armação, que o delegado da Polícia Federal Emanuel Henrique Oliveira responsável pela operação Hurricane (furacão em inglês), está investigando.

isa2.jpg
Graci e Ronaldinho Porta Bandeira e Mestre Sala do Salgueiro

Caso haja mesmo alguma evidência, como ficariam as outras escolas? As tais suspeitas não poderiam desencadear uma reação do Império Serrano e Estácio de Sá, escolas que desceram para o Grupo A? Alguns presidentes de agremiações que não gostaram do resultado obtido, o Salgueiro, por exemplo, não poderiam também contestar a sua colocação?

A coisa ainda pode ficar pior!

As pessoas que pagaram para assistir aos desfiles do Grupo Especial podem ter o dinheiro do ingresso ressarcido, caso seja comprovada a fraude no campeonato. Existe a possibilidade de uma ação contra a Liga Independente das Escolas de Samba (LIESA).

Se houver uma comprovação de fraude na competição que o concurso de escola de samba representa, há também a frustração de uma expectativa legítima dos consumidores.

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Unidos da Tijuca vai descer o morro do Borel cantando “coleções”

O mês de abril está só começando, e a Unidos da Tijuca já apresentou sua idéia para o enredo de 2008. A escola do morro do Borel quer levar para o desfile, um enredo com o tema versado na história das coleções. Na verdade a escola quer apresentar na avenida, a mania popular de colecionar. Quem de nós nunca colecionou algo em casa?
Ainda sem título definido, esse enredo abordará as grandes coleções de objetos de arte, como: quadros de pintores famosos, coleções de carros de todas as marcas, selos de todo o mundo, dinheiro em desuso ou ainda artigos mais simples como figurinhas, discos, chaveiros, caixas de fósforos, jornais, livros, gibis, revistas entre outros.
Na verdade, se confirmar realmente esse enredo, a Unidos da Tijuca vai mostrar na Avenida algo de grande interesse popular para mexer com a cabeça do povo.

Mocidade Independente

Eleição

A disputa política pela presidência da ES Mocidade Independente Padre Miguel, foi parar na Justiça.

Denúncias de corrupção.

A titular da Terceira Vara Cívil de Bangú, Doutora Guida de Faria, determinou que o atual presidente Paulo Viana, apresente em juízo a listagem final de sócios proprietários com direito a votar, Pois existem denúncias da chapa de oposição, que vários sócios foram admitidos irregularmente.

Na Estácio de Sá, a atual diretora financeira Lílian Martins, até o momento é candidata única para o cargo de presidente. Se não aparecer outra chapa, ela será eleita por aclamação.

Já na Portela, a chapa formada pelo Adilson da Ala do Conde e Dr. Moisés Coronel, promove uma espécie de convenção em Madureira. O presidente Nilo Figueiredo que abra bem o olho. Enquanto isso, o empresário Maurício Mattos que seria o candidato “das massas portelenses” resolveu “jogar a toalha” e está fora dessa corrida presidencial. Ele preferiu ficar como mandatário da ES Acadêmicos da Rocinha até 2009.

O recebimento da verba do patrocínio pela ES União da Ilha do Governador, está dando o maior buchicho.

Já rolou até uma grande assembléia para descobrir o destino da verba, mas nada foi apurado. O atual presidente Márcio André continua insistindo em querer saber o destino da verba.
Este é o Brasil! 

Mestre Mug muda a Diretoria de Bateria da Vila Isabel

Wallace, Márcio Dentinho, Marcelo Ciro e Luís Paulo, agora compõe a nova diretoria da bateria de Mestre Mug da GRES Unidos de Vila Isabel. Com o afastamento dos antigos diretores, Mestre Mug juntamente com a diretoria da escola, afirmam que a Vila Isabel entra na melhor fase de sua historia.

Serginho do Porto na Estácio de Sá

Serginho do Porto será o novo intérprete da Estácio assumindo o posto que em 2007 foi ocupado por Anderson Paz. O cantor já havia confessado que não via a hora de retornar ao carnaval carioca. Em 2007, ele foi o puxador da escola de samba Águia de Ouro, de São Paulo. Vamos torcer para que com estas mudanças, a Estácio de Sá, que desfilou no Grupo Especial e foi rebaixada, volte ocupar em 2008, seu lugar no 1º grupo.

Chapas da Mocidade Independente de Padre Miguel buscam apoio para as eleições

Assim como em qualquer pleito, a eleição Presidencial da Mocidade Independente de Padre Miguel está bastante agitada. A chapa Verde e Branca, “mostrando a minha identidade” liderada pelo atual presidente, Paulo Vianna, tenta a reeleição. A chapa ofereceu uma bela feijoada para os sócios no Clube Professorado Campestre, em Jacarepaguá. Juntos, Viana e Macumba conseguiram reunir 420 sócios e outros 1.200 convidados no evento para buscar apoio à candidatura.

Já a chapa “Comunidade Nota 10”, reuniu ontem na Churrascaria Estrela do Sul no Recreio dos Bandeirantes, vários empresários da Zona Oeste, buscando apoio à candidatura do empresário Valmir Marques.

Curupira fica na Escola de Samba Império da Tijuca

O sucesso que a Império da Tijuca fez com o Enredo “O Intrépido Santo Guerreiro”, que deu a agremiação o quinto lugar do Grupo de Acesso A, motivou a direção da escola a renovar o contrato com o carnavalesco Sandro Gomes. A equipe da Verde e Branco da Formiga foi preservada, salvo o diretor de Harmonia, Luís Carlos. Continuam o mestre de bateria Capoeira, o intérprete Douglas e o diretor de carnaval Paulo Curupira. De acordo com presidente da escola Marcos Teles, o Tê como é conhecido, outro diretor da agremiação irá substituir Luís. Para o Carnaval 2008, a Império da Tijuca espera o aval da Prefeitura do Rio e da (AESCRJ) Associação das Escolas de Samba da Cidade do Rio de Janeiro para abrir os trabalhos, já que as agremiações podem ser obrigadas a ter como enredo os 200 anos da chegada da Família Real Portuguesa no Brasil.

Sucesso no carnaval, Paulo Barros agora é do Natal

Do carnaval para o Natal. Conhecido pela sua irreverência, o carnavalesco Paulo Barros da Unidos do Viradouro, foi convidado pelo prefeito Cesar Maia para assinar a Parada de Natal do Rio.

Merecido este convite!

Outros artigos
publicidade
publicidade
Crochelandia
Visitantes desde fevereiro de 2006:
31605507

Blogs dos Colunistas

-
Ana
Kaye
Rio de Janeiro
-
Andrei
Bastos
Rio de Janeiro - RJ
-
Carolina
Faria
São Paulo - SP
-
Celso
Lungaretti
São Paulo - SP
-
Cristiane
Visentin

Nova Iorque - USA
-
Daniele
Rodrigues

Macaé - RJ
-
Denise
Dalmacchio
Vila Velha - ES
-
Doroty
Dimolitsas
Sena Madureira - AC
-
Eduardo
Ritter

Porto Alegre - RS
.
Elisio
Peixoto

São Caetano do Sul - SP
.
Francisco
Castro

Barueri - SP
.
Jaqueline
Serávia

Rio das Ostras - RJ
.
Jorge
Hori
São Paulo - SP
.
Jorge
Hessen
Brasília - DF
.
José
Milbs
Macaé - RJ
.
Lourdes
Limeira

João Pessoa - PB
.
Luiz Zatar
Tabajara

Niterói - RJ
.
Marcelo
Sguassabia

Campinas - SP
.
Marta
Peres

Minas Gerais
.
Miriam
Zelikowski

São Paulo - SP
.
Monica
Braga

Macaé - RJ
roney
Roney
Moraes

Cachoeiro - ES
roney
Sandra
Almeida

Cacoal - RO
roney
Soninha
Porto

Cruz Alta - RS