Exposição no Rio une arte e Inteligência Artificial da Microsoft

Artista traz ao público obras que se baseiam em IA para interagir com o público, se movimentando e reagindo de acordo com sentimentos, gestos e perguntas

A artista Kátia Wille lança no dia 30 de março, na Galeria do Lago - Museu da República, no Rio de Janeiro, “Das tripas coração”, uma exposição interativa com o uso de inteligência artificial em parceria com a Microsoft. O projeto usa robótica, análise de ambiente, sentimentos e voz para conectar o público com as obras e proporcionar uma experiência única a cada espectador por meio da tecnologia. 

Para que isso fosse possível, a companhia utilizou os serviços cognitivos da nuvem da Microsoft, o Azure, para dar vida às obras. Foram também projetadas estruturas e peças exclusivas utilizando robótica para permitir a  movimentação da obra de arte de acordo com as reações do público.

“A IA já não é algo distante do dia a dia das pessoas e a possibilidade de integração da inteligência artificial ao ambiente artístico, modificando a forma como interagimos com uma obra, mostra justamente isso. A Microsoft assumiu o compromisso de democratizar a IA e esse é um projeto que dialoga com nosso propósito”, diz Maisa Penha, diretora de tecnologia para parceiros e IA na América Latina. 

A exposição conta com três obras e cada uma delas traz uma experiência diferente ao espectador. A primeira interage por meio de análise de aproximação e se movimenta conforme o deslocamento do público no ambiente, a segunda se comporta de formas diferentes com base nos sentimentos e expressões faciais das pessoas. E a última por meio de interação por voz com base nas respostas dadas pelo visitante a determinadas perguntas feitas pela obra.

Por meio dessas três experiências unindo arte e tecnologia, a exposição “Das tripas coração” reúne recursos de visão computacional – incluindo algoritmos de análise de sentimento – e também de reconhecimento de fala. Esses são dois dos campos de IA que mais têm recebido atenção, sendo incorporados à criação de diversas inovações. Os mesmos recursos estão disponíveis na nuvem da Microsoft e podem ser usados para que outras empresas e desenvolvedores criem novas aplicações, seja no universo da arte ou em outras áreas onde o uso de IA ainda não foi explorado. 

Segundo a artista Katia Wille, a ideia é estabelecer uma simbiose sensorial entre obras de arte e o espectador. “Quero expor ao máximo a vulnerabilidade das relações humanas. O objetivo final é começar a criar um espelho de nós mesmos nas obras: o corpo seria representado pelos braços robóticos e sensores responsáveis pelos movimentos, a mente pela inteligência artificial que aprende com os nossos sentimentos e dá os comandos para que os movimentos aconteçam e a alma é representada pela arte das membranas de ecolatex pintadas como uma pele frágil e reluzente. Está estabelecida assim uma relação de confiança e imersão entre o artista, obra e público”, afirma Katia Wille.

O material usado na exposição permitiu a interação com o público, pois o ecolatex é uma membrana fina que imita a pele humana e a leveza das peças facilitou a movimentação. “Trazer novas interpretações da arte por meio da tecnologia a partir deste projeto reflete a missão da Microsoft que é capacitar cada pessoa e organização a conquistar mais”, diz Maísa.

Serviço:

Das tripas coração - Katia Wille
Curadoria: Isabel Sanson Portella
Data: de 30/3 a 31/5, das 14h às 17h
Onde: Galeria do Lago - Museu da República
Endereço: Rua do Catete, 153, Catete,  Rio de Janeiro
Entrada franca.
Classificação: livre.

Saiba mais sobre Katia Wille

Nascida no Rio de Janeiro, Katia Wille é formada em artes visuais pela Universidade de Amsterdam, na Holanda, e passou os últimos 10 anos morando e trabalhando entre a Europa, a Ásia e o Brasil. As questões do feminino, da busca de sua essência e transformações, sempre povoaram as obras da artista, que pensa movimento e cor integrados ao todo. A delicadeza das formas, a ação que se desenvolve tanto em círculos e entrelaces, convida o espectador a mergulhar em águas míticas e se deixar levar pelos encantos do olhar de suas ninfas, pelo poder das deusas, pela força da mulher.

Sobre a Microsoft

A Microsoft habilita a transformação digital na era da nuvem inteligente e da fronteira inteligente. Sua missão é empoderar cada pessoa e cada organização no planeta a conquistar mais. A empresa está no Brasil há 29 anos e é uma das 110 subsidiárias da Microsoft Corporation, fundada em 1975. Desde 2003, a empresa investiu mais de R$ 600 milhões levando tecnologia gratuitamente para 3.191 ONGs no Brasil, beneficiando vários projetos sociais. Entre 2011 e 2017, a Microsoft já apoiou mais de 6.200 startups no Brasil, com investimento superior a US$ 219 milhões em créditos em nuvem.

publicidade
publicidade
Crochelandia
Visitantes desde fevereiro de 2006:
33759018

Blogs dos Colunistas

-
Ana
Kaye
Rio de Janeiro
-
Andrei
Bastos
Rio de Janeiro - RJ
-
Carolina
Faria
São Paulo - SP
-
Celso
Lungaretti
São Paulo - SP
-
Cristiane
Visentin

Nova Iorque - USA
-
Daniele
Rodrigues

Macaé - RJ
-
Denise
Dalmacchio
Vila Velha - ES
-
Doroty
Dimolitsas
Sena Madureira - AC
-
Eduardo
Ritter

Porto Alegre - RS
.
Elisio
Peixoto

São Caetano do Sul - SP
.
Francisco
Castro

Barueri - SP
.
Jaqueline
Serávia

Rio das Ostras - RJ
.
Jorge
Hori
São Paulo - SP
.
Jorge
Hessen
Brasília - DF
.
José
Milbs
Macaé - RJ
.
Lourdes
Limeira

João Pessoa - PB
.
Luiz Zatar
Tabajara

Niterói - RJ
.
Marcelo
Sguassabia

Campinas - SP
.
Marta
Peres

Minas Gerais
.
Miriam
Zelikowski

São Paulo - SP
.
Monica
Braga

Macaé - RJ
roney
Roney
Moraes

Cachoeiro - ES
roney
Sandra
Almeida

Cacoal - RO
roney
Soninha
Porto

Cruz Alta - RS