SOS dos Bairros: Bairro Vale Encantado

A- A A+
publicidade

Esta Coluna tem como objetivo, colaborar de alguma forma para divulgar as formas incompetentes de administrar o orçamento público, como também de divulgar as ineficácias, e os sucessos desta administração.
Sua amplitude é Brasil, a Coluna, também terá a liberdade de abordar assuntos de diversas naturezas, a partir do momento, que os mesmos sejam do interesse da Sociedade e seus Leitores.
Como tudo nesta vida, tem que ter um inicio, vamos iniciar pela Prefeitura do Município de Macaé, região norte do Estado do Rio de Janeiro, capital do Petróleo no Brasil.
A seguir um Manifesto do Bairro Vale Encantado, entregue a Prefeitura  em 02 de Junho de 2010.
Protocolo Geral (2233/2010) de 02/06/10

MANIFESTO DO VALE ENCANTADO

Prezado Prefeito do Município de Macaé,

Sr. Riverton, sinto muito em falar com você, nestas circunstâncias, pessoa que pessoalmente, sempre me tratou com consideração e respeito.

O Bairro “Urbano” Vale Encantado, que existe a +- 40 anos, nunca viu 1 centavo dos Royalty’s.

A seguir, lhe informo o quadro real de abandono do referido “Bairro”, de uma beleza natural, impar, e de tradição, em nosso Município.

Quantas gerações de Macaenses, não frequentaram a Fazenda Floresta Encantada, de Maria Lucia Piersanti, quantos gestores de empresas de Macaé, Petrobras, etc, etc, na década de 70 e 80, não frequentaram a Fazenda usufruindo dias extremamente agradáveis.

Pois neste momento, a história de Macaé, não esta tendo relevância, pois este local outrora tão aprazível, hoje esta em total abandono, no que tange a gestores municipais, e empresas prestadoras de serviço.

Sirvo-me deste Manifesto, como esperança, para que em curto espaço de tempo, este quadro se reverta, sem desgaste das partes envolvidas.

A questão é de trabalho e atenção para o Bairro, e sua Comunidade.

1) Não existe asfalto, nem paralepipedo, e segundo a Secretária de Obras, nenhum projeto, para tal, nem a pequeno, médio ou longo prazo.
Quando chove, se você não tiver um veiculo 4x4, provavelmente, ficara preso na lama.
Se houver na sua casa algum acidente, em dia de chuva forte, e o mesmo não avisa quando chega, já passei por isto, ora a Deus, com muita Fé, para você conseguir sair do Bairro. Ambulância, nem pensar.

2) Água, só de poço, e de má qualidade.
Fizemos oficio para cedae, foi arquivado. Segundo eles como a nossa comunidade, possue poucas casas não vale o investimento, então eles nós sugerem fazer um oficio, para dimensionar o projeto, nós moradores compramos os materiais, manilhas, etc, etc, e eles instalam. Depois fornecem a água e nós pagamos a mesma. Quer dizer na empresa cedae, não existe a palavra investimento, nem Clientes.

3) Transporte Urbano, não existe, só o ônibus escolar, se este pode passar, porque as linhas regulares, que servem o município, não podem passar. Pelo menos 2 vezes por dia como no passado.
Os mais humildes, sofrem muito.

4) Posto de Saúde, não tem

5) Escola Nível de Alfabetização, não tem

6) Ronda Ostensiva de Policiamento Civil ou Militar, nunca vi, atualmente estou morando direto no Bairro a 4 anos. Só vi quando desovam um morto por lá, mesmo assim a policia leva para chegar quase 12 horas, demoram tanto, que ate cachorro vira-lata tem tempo para começar a comer o defunto.

7) Prestadoras de Serviço.

1) Ampla - Basta chover forte que falta luz, ou cai uma fase, arriscando a você perder todos os seus eletroeletrônicos ligados.
A rede tem muitas arvores e galhos, a sua poda, que nos Bairros limítrofes e feita com frequência, no Vale Encantado, e só ir lá para conferir, o mato esta tomando conta de tudo, a secretaria de serviços públicos, se recusa a tomar conhecimento que lá é um Bairro, que necessita de limpeza e manutenção, a ampla, que deveria dar manutenção a sua rede, só vai depois que explode tudo,ai vão podam, consertam, etc, etc.
Existem atualmente inúmeros postes sem luz.

2) A Oi, caiu na realidade dos fatos e da precariedade de sua rede, e no ano passado trocou praticamente toda a sua rede, mas a manutenção e poda das arvores, não é feita.

3) Internet - Não há sinal

4) Correios – Existe CEP, porém o correio não veem. Nem a pé, nem de carro, nem de bicicleta, nem a cavalo. Fomos falar com eles, simplesmente disseram que não veem.
Temos que usar outro endereço, fora do Vale, para receber correspondência.

4) Existem arvores caindo, e o mato, já esta praticamente tomando conta da rua de um lado a outro, antigamente íamos ao barracão da prefeitura as 5,00horas da manhã e encarecidamente pedíamos a limpeza do bairro, as vezes iam, as vezes não iam. Depois passaram a pedir oficio aonde já se viu, a Comunidade pagar IPTU, caro, eu pago por ano R$ 750,00 (e o restante da comunidade?)  e ter que fazer oficio para pedir para limpar o Bairro, e pior, o Oficio ser arquivado. Motivos de não executar o serviço - Não tem carro, não tem gente, há outra prioridade, não tem roçadeira. Enquanto isso a metros e alguns kilometros do Bairro, na Avenida Aristeu Carneiro da Silva, polo offshore, como também no Bairro Cancela Preta, outros Bairros, tem toda esta infra estrutura todo dia.

5) Na secretaria de meio ambiente, foi arquivado um oficio feito por nós para a poda de uma arvore prestes a cair, sobre nossa bombas de água.

6) A nossa segurança e feita por nós, cada um no individual, e se ocorre algo, todos se juntam, porém o Bairro e grande, agora os mais humildes e as moças, não andam mais sozinhos, só em grupos, tem 2 meliantes de moto, assaltando estas pessoas que andam a pé por lá. Segundo soube por um morador, depois de um assalto, foi dada a queixa, e ouviram das autoridades, não sei se é verdade, vocês devem se unir, pegar esses caras e dar um pau neles. É mole.

7) Um morador teve Dengue a pouco, fomos a zoonose, solicitamos a presença dos mesmos, não vieram, fomos perguntar o motivo, motivo, não tem carro  para locomoção. Brincadeira.

8) Não existe nenhuma placa de Rua, Avenida, Etc, Etc, colocada pela prefeitura.
Referencia para quem vem de fora e não conhece o Bairro, 0.

Estamos cansados de fazer ofícios, e os mesmos serem arquivados, sem nenhuma consideração por parte dos gestores.
Merecemos respeito e consideração, pelo nosso tributo pago, através de trabalho e luta.
Por oportuno, a seguir o significado da palavra URBANO, que apesar de Bairro URBANO, na pratica, não esta ocorrendo com o Vale Encantado.

urbano
adj.
adj.
1. Relativo à cidade.
2. Fig. Afável; cortês; civilizado.
3. Diz-se dos prédios para habitação, em oposição a rústicos ou para cultivar.
s. m.
4. Bras. Agente policial.

Ofícios efetuados, sem execução alguma.

  1. Ampla – A 004412947 – Contato – 56976034 – Relocação de Poste – 26/04/2010
  2. Prefeitura de Macaé – Secretaria de Meio Ambiente – Solicitação de Plantio – Protocolo 72321/ 2010 -
  3. Idem – Solicitação de poda de arvore, preste a cair, sobre a casa de bombas d’água – Protocolo – 72319/2010
  4. Idem – Poluição por terceiros de nossa fonte de água. Protocolo 72320/2010 – data – 20/04/2010.

Existem outros ofícios solicitados, recentes, que estamos aguardando o seu desenvolvimento.
Essas solicitações oficiais, fora as desconfortáveis e inúteis visitas as 5,00h, 6,00h da manhã ao barracão da Prefeitura, solicitando humildemente, a limpeza do Bairro, com frequência, e nada ocorrendo.

Atenciosamente,

Paulo Piersanti
Economista

Despacho do Prefeito – Cumpra-se

Hoje 10/03/12 - 1 ano e nove meses depois.

1) Transporte Urbano

A Mactran, através de seu Gestor, e seu Setor de Imprensa, estendeu uma linha de ônibus, que atende a localidade Vila Moreira, para o interior do Bairro, porém segundo pesquisa da minha parte com os usuários, havia enormes reclamações por parte dos Motoristas, desta linha prestadora de serviços, que acabaram por descontinuar o atendimento.
Foi oferecido a Mactran, uma segunda alternativa, o assunto morreu no tempo.

2) Com relação a Ampla, fizeram uma revisão na rede no Bairro, e atualmente, não esta ocorrendo queda de luz, em momento algum, nem nas tempestades.

Fizeram uma poda parcial, e não apareceram mais, para manutenção.
Não estamos na programação aparentemente.

3) Com relação ao Policiamento Ostensivo, temos o Oficio a seguir:

É importante ressaltar, que particularmente nunca vimos, após este Oficio, nem pelo dia, nem pela noite, nenhuma viatura da Policia Militar, em ronda ostensiva, pelo Bairro.

4) Secretária de Meio Ambiente, esteve no Bairro, atendeu a poda da arvore, que colocava em risco nossa coleta de água, depois esteve através do Subsecretário, existem inúmeros assuntos pendentes e sumiu.

Neste intervalo, no ano passado, recebi 2 ligações:

1 – De um Cidadão, se identificando como Assessor do Prefeito, do Gabinete, que o mesmo iria marcar uma entrevista comigo, para eu aguardar contato, estou aguardando ate hoje.

2- De um Funcionário da Secretária de Meio Ambiente, em Dezembro do ano passado, dizendo-me, para eu aguardar que em Janeiro de 2012, viriam tratar dos assuntos pendentes, relativos ao oficio. Estamos aguardando ate hoje, Março.

Vamos retratar a seguir, alguns fatos bem atuais.

A Avenida principal do Bairro, é Prefeito Aristeu Carneiro da Silva, berço de Empresas ligadas a área Offshore, desde o inicio, das operações deste segmento Comercial, em Macaé.
As fotos em anexo, evidenciam o total desrespeito, por parte de algumas Empresas pelo bem publico nossas vias de trafego, utilizando as mesmas, como garagem e pátio de manobras, em total não conformidade com a Lei Orgânica Municipal, em total complacência com os Setores Fiscalizadores deste Município.
Depois acaba o Contrato, com a Petrobras, vão embora, e deixam tudo arrasado por aqui, como predadores.
As fotos evidenciam também, o mesmo desrespeito, no que tange a desova de lixo, no Bairro, sem qualquer Amor, ou ato de Cidadania, em uma área de Proteção Ambiental, inclusive lixo de Empresas situadas no Bairro. Absurdo, sem nenhuma multa ou Fiscalização.
As fotos, evidenciam, e comprovam.

Ate para a semana.

Paulo Piersanti


Envie sua reclamação para para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

publicidade
publicidade
publicidade
Crochelandia
publicidade
publicidade
Visitantes desde fevereiro de 2006:
29961077

Blogs dos Colunistas

-
Ana
Kaye
Rio de Janeiro
-
Andrei
Bastos
Rio de Janeiro - RJ
-
Carolina
Faria
São Paulo - SP
-
Celso
Lungaretti
São Paulo - SP
-
Cristiane
Visentin

Nova Iorque - USA
-
Daniele
Rodrigues

Macaé - RJ
-
Denise
Dalmacchio
Vila Velha - ES
-
Doroty
Dimolitsas
Sena Madureira - AC
-
Eduardo
Ritter

Porto Alegre - RS
.
Elisio
Peixoto

São Caetano do Sul - SP
.
Francisco
Castro

Barueri - SP
.
Jaqueline
Serávia

Rio das Ostras - RJ
.
Jorge
Hori
São Paulo - SP
.
Jorge
Hessen
Brasília - DF
.
José
Milbs
Macaé - RJ
.
Lourdes
Limeira

João Pessoa - PB
.
Luiz Zatar
Tabajara

Niterói - RJ
.
Marcelo
Sguassabia

Campinas - SP
.
Marta
Peres

Minas Gerais
.
Miriam
Zelikowski

São Paulo - SP
.
Monica
Braga

Macaé - RJ
roney
Roney
Moraes

Cachoeiro - ES
roney
Sandra
Almeida

Cacoal - RO
roney
Soninha
Porto

Cruz Alta - RS