PROJETO “Coral Vozes da Ilha”

A- A A+
publicidade
Há quatro anos e meio, na Escola Municipal de Ensino Fundamental
“Francisco Lacerda de Aguiar”, no bairro São Pedro I, foi criado o
projeto que envolve crianças e adolescentes entre 10 e 16 anos de
idade, o “Coral Vozes da Ilha”.

Não é difícil imaginar a alegria e o entusiasmo desse grupo,
formado por cerca de 50 componentes, ao cantar músicas dos mais
variados estilos: samba, baião, congo, pop, gospel, enfim. Todos
eles sabem do seu compromisso com esse trabalho e reconhecem os
esforços da coordenadora e idealizadora do projeto, a professora de
Língua Portuguesa e musicista, Nanine Renata Passos dos Santos, que
por esses anos tem investido tudo de si para garantir, com o apoio
da escola e da comunidade local, o sucesso e a manutenção desse
projeto que já tem alcançado destaque fora dos portões da escola.

“Assim que as pessoas ouvem falar de nós ou assistem a uma de nossas apresentações, querem logo saber do que se trata. Esse é um projeto que leva cada criança a enxergar seu potencial”, destaca Nanine. O coral já cantou em eventos realizados pela Polícia Federal, pela Prefeitura Municipal de Vitória e alguns de seus órgãos, tais como
Secretaria de Transportes, Secretaria de Saúde, Secretaria de
Educação. O coral também já se apresentou em igrejas evangélicas e
comunidades católicas, sem contar as inúmeras vezes que participou
de festividades no próprio bairro.

A energia e a vibração presentes no rosto de cada criança, a mistura
de ritmos, a musicalidade expressa por meio de um canto bem popular
são as marcas que fazem do “Coral Vozes da Ilha” orgulho para os
pais, professores e amigos envolvidos direta ou indiretamente com
essa manifestação cultural. Uma das preocupações da coordenadora do
projeto é renovar o grupo com a inclusão de todos que se mostrarem
interessados em fazer parte de uma proposta que tem como um de seus principais objetivos aliar a música à responsabilidade social.
Nanine destaca: “Esse é um papel de todo cidadão consciente. Não dá
mais para cruzarmos os braços e ficarmos esperando soluções prontas.
É preciso agir. Temos em nosso coral abertura para todos que querem
participar. A única coisa que pedimos é compromisso, pois
acreditamos que muitas crianças e muitos adolescentes encontram no
coral um sentido novo para viver. Isso não tem preço.”

Patrocinado pela Lei Rubem Braga, o coral gravou um cd que é o
resultado de um sonho que deu certo. Em fase de conclusão, “No
batuque da ilha” contém 10 canções que falam de amor, de esperança,
da natureza, da realidade das crianças e de Deus. Dentre as 10
músicas, 9 foram escritas pela coordenadora e o grupo aprovou. A
previsão para lançamento desse trabalho é o mês de maio. “O coral
para mim é tudo. Fiz parte dele na escola e já estou no segundo ano
do médio, mas não penso em sair. Participar da gravação do cd foi
uma experiência única. Espero que tudo dê certo para nós”, comenta
Rayane Duque, 18, uma das integrantes do coral.

publicidade
publicidade
publicidade
Crochelandia
publicidade
publicidade
Visitantes desde fevereiro de 2006:
30201311

Blogs dos Colunistas

-
Ana
Kaye
Rio de Janeiro
-
Andrei
Bastos
Rio de Janeiro - RJ
-
Carolina
Faria
São Paulo - SP
-
Celso
Lungaretti
São Paulo - SP
-
Cristiane
Visentin

Nova Iorque - USA
-
Daniele
Rodrigues

Macaé - RJ
-
Denise
Dalmacchio
Vila Velha - ES
-
Doroty
Dimolitsas
Sena Madureira - AC
-
Eduardo
Ritter

Porto Alegre - RS
.
Elisio
Peixoto

São Caetano do Sul - SP
.
Francisco
Castro

Barueri - SP
.
Jaqueline
Serávia

Rio das Ostras - RJ
.
Jorge
Hori
São Paulo - SP
.
Jorge
Hessen
Brasília - DF
.
José
Milbs
Macaé - RJ
.
Lourdes
Limeira

João Pessoa - PB
.
Luiz Zatar
Tabajara

Niterói - RJ
.
Marcelo
Sguassabia

Campinas - SP
.
Marta
Peres

Minas Gerais
.
Miriam
Zelikowski

São Paulo - SP
.
Monica
Braga

Macaé - RJ
roney
Roney
Moraes

Cachoeiro - ES
roney
Sandra
Almeida

Cacoal - RO
roney
Soninha
Porto

Cruz Alta - RS